sábado, 16 de agosto de 2008

Palavras cantadas...


As moça de Jaguaripe

Choraram de fazê dó

Seu "Dori" foi na jangada

E a jangada voltou só


Dorival Caymmi
(30 de abril de 1914 - 16 de agosto de 2008)
Mundo menos interessante e mais silencioso.

3 comentários:

Ingrid Biann disse...

A nossa sorte é que ele não guardou aquela criatividade toda só pra ele, foi humilde, dividiu muito por pouco.

Bonita homenagem ;)

Anônimo disse...

Da forma como está avendo um assustador declinio culto e intelectual na Bahia, talvez jamais veremos talentos como esse!

Bela homenagem!
Eduardo.

O Bibliotecário disse...

Bom saber que vcs gostaram. Mas bonito mesmo foi o autógrafo que Chico Buarque escreveu num boné da mangueira para ele. Dizia assim:

“Para o Algodão, um abraço deste humilde cotonete.”

Voltem sempre, amigos.