sábado, 27 de outubro de 2007

COMPLETAMENTE...


...sem saco. Perdoem. Há de passar.

4 comentários:

Anônimo disse...

Caro amigo, sou fã de Mafalda. um tipo estranho de fã que não tem nada dela, mas sou. amo suas tiras. Tem um livro que foi lançado recentemente, umma especie de antologia de tiras, "toda Mafalda" parece ser ótimo. parece não, é.
ENTRETANTO, devo dizer que o uso que você fez dela aqui, não é o devido, Ora, você tem leitores, eu sou um deles. Então não esmoreça. seus artigos são ótimos, e fariam, pelo menos pra mim, uma falta desgraçada se não os vissem mais. Então de novo, deixe de frescura e bote logo um chuks brusk, xinhas fynera, xo lipo tanaka, ou seja lá quem for aí.
Emerson Coelho, leitor incondicional

O Bibliotecário disse...

Grande Emerson!

Anava sumido. Abandonou nossa biblioteca?!... Estamos sentindo falta da sua poesia.
Mafalda e eu!

Badá Rock disse...

Sonhei com vc, Bibliotecário. Algo a ver com Provence. Não lembro bem.
Pensei em vc a manhã toda por causa disso. Engraçado, né? Espero que esteja feliz.
Como diria Gustave Flaubert sobre Madame Bovary, "Mafalda sou eu!".
Beijo

O Bibliotecário disse...

Badá!

Acho tão bom quando vc vem aqui!... É um misto de contentamento e acanhamento, sabe como é?... Fico com a quela neura de quem acha que a casa está desarrumada, mal decorada, tals. Mas só o fato de ter dado uma passadinha já me dá ânimo.
Volta sempre, tá!

Agora sei porque a Mafalda é tão maravilhosa!... As vezes sonho com a Louise Brooks, será q vc tem alguma coisa a ver com isso?